3 de mai de 2009

Operação Asia

Que bela confusão eu arrumei, hem? Eu pretendia fazer 100 inserções, mas aparentemente a obra fugiu ao meu controle. Aos que ainda acham que eu estou exagerando quando digo que o cristianismo está para mostrar a verdadeira face, pior que o fascismo e o nazismo, porque não vão estudar história então, ao invés de tentar impressionar, fingir uma intelectualidade que não possui, segurando feito besta este livro? Aham, eu prometi não entrar mais nestes recursos metalingüísticos. Vou levá-los portanto aos nossos investigadores, Maxwell e Bacon, para ver como estão lidando com o ato tresloucado de Derrer.
-Alô, Bacon? Maxwell. Demorou, mas eu consegui pessoas para testemunhar contra Derrer.
-Excelente. Aqui eu tenho provas das atividades do monstro na Ásia.
-Eu recebi seu relatório por e-mail. Impressionante! Como está o casal Shakur? Não ficaram chocados com os elementos de nossa investigação?
-Na verdade, eles me tranqüilizaram! Neste instante eles devem estar aterrisando em Nova Déli. Eu preciso deles por lá.
-Bom, a boa notícia é que Gates se revelou excelente colaborador. Foi ele quem achou dados criptografados pela internet e conseguiu quebrar todas as barreiras de segurança do Comando Tribulação. Toda a logística cibernética está nas mãos de um tal de Chang, provavelmente um codinome imitado da obra também.
-Eu fiquei chateado quando Lugalu resolveu partir para o Cairo, a fim de investigar pessoalmente os conflitos entre as tribos africanas, os quais foram aparentemente incitados e estimulados pelos missionários cristãos.
-Ah, seu maroto! Eu bem que notei seu olhar de peixe morto, cobiçando a pobre moça. Ela é realmente uma mulher e tanto, parabéns! Não fique chateado, ela voltará em breve, eu sinto.
-Que é isso, companheiro? Virou bruxo também?
-Hehehehe. Eu devo perguntar para a bruxa oficial do CR. Que devem estar em polvorosa com a explosão provocada por Derrer. Meu guia espiritual, Radix, disse que este é um péssimo sinal. O Cérbero prepara algo grande e terrível.
-Mmmm. Eu devo imediatamente falar com Silveira e verificar como estão as coisas por lá. Aliás, sabe quem entrou em contato comigo? Kraspov!
-Mesmo? Ótimo! Certamente com boas notícias.
-Mais ou menos. Ele me enviou dados para mostrar os motivos que levaram Derrer a fazer o que fez, mesmo com o sacrifício de inúmeros inocentes, sem contar com o impacto ambiental.
-Derrer demonstra ser um exemplo de crente: não dá a mínima para vidas humanas ou para a natureza. Afinal, eles consideram este mundo como uma jaula de pecadores e uma casa de impurezas, merecedores da fúria cega desse deus esquizofrênico. Diga-me o que Kraspov te enviou.
-Adivinha? As plataformas de prospecção de petróleo das Empresas Default acharam, nada mais, nada menos, que as evidências da existência dos deuses e da existência espiritual. Que bela bomba para o Comando Tribulação e o Instituto Dexter, não?
-Sim, sim. Mas infelizmente não poderemos usar tais descobertas. Nós temos apenas dados copiados de algum computador remoto, é uma evidência suspeita e discutível. Nós precisamos de algo mais palpável.
-Segunda surpresa: nem todos os navios próximos foram atingidos. Houve sobreviventes nas plataformas. Nestes navios existem tais amostras que precisamos, felizmente tinham alguns cientistas corajosos o suficiente para enviar estes achados para serem analisados em laboratório. Kraspov prometeu que iria atrás de todos os seus conhecidos e contatos para tirar uma lasquinha para nós.
-Agora sim! Eu tenho bons motivos para falar com Silveira e tentar contato com Rosângela, a bruxa por quem eu confesso estar enfeitiçado.
-Hehehehe! O roto falando do rasgado? Eu espero que consigamos. Pois com isso talvez possamos dar um golpe certeiro no Usurpador e após a vitória você consiga encontrar uma bruxinha para somar.
-Plagiando os bruxos: assim seja, conforme a vontade da Deusa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário